Vídeo aulas veterinárias

RSS

e-Books veterinários

Eletrocardiograma veterinário pode salvar a vida de um PET
Juan Blancas
/ Categorias: Pequenos animais, Ferox

Eletrocardiograma veterinário pode salvar a vida de um PET

Como o exame de eletrocardiograma pode garantir o bem-estar do animal de estimação.

eletrocardiograma é capaz de ajudar muito na saúde do  animal de estimação, seja um cão ou um gato. Ultimamente, com o avanço tecnológico, se tornou uma das ferramentas mais poderosas na prevenção de problemas graves. Através desse exame, que também é conhecido como ECG Veterinário, é possível obter informações para o diagnóstico e controle de doenças cardíacas e sistêmicas, que muitas vezes não são obtidas através de um exame inicial mais básico.


Segundo a Royal Canin, a estimativa é que cerca de 30% das raças caninas sofram de doenças cardíacas, a situação piora quando o animal é de pequeno porte (nesses casos, inclusos também os animais sem pura raça). Poodle, Shih-tzu, Spaniel, Dachshund, Buldogue, Fox Terrier, Maltês, Boxer e Chihuahua são exemplos de raças com alto índice de problemas desse tipo. No caso dos felinos, a doença mais comum é a cardiomiopatia hipertrófica, caracterizada por um espessamento anormal das paredes do coração, que costuma ocorrer em gatos de meia idade.

O procedimento do ECG é simples, pois ao contrário de diversos outros exames veterinários, o eletrocardiograma não é invasivo e não precisa de nenhum preparo especial, como jejum ou anestesia, podendo ser realizado sempre que for julgado necessário.

Além disso, o processo é muito prático, já que o animal pode continuar acordado durante o processo e basicamente são colocados alguns eletrodos em pontos específicos do corpo do animal, permitindo assim a avaliação e leitura da atividade elétrica do coração. Casos de arritmias, fibrilações, doenças cardíacas e até mesmo doenças endócrinas podem ser identificadas através desse exame rápido (no geral dura aproximadamente de 10 a 15 minutos) e indolor.

A Dra. Glauci Banti, proprietária do Centro Médico Veterinário Prontvet, localizado no bairro Casa Verde em São Paulo, acredita que é normal que as pessoas não conheçam a utilidade do exame, já que muitas clínicas não possuem o equipamento necessário para a realização do procedimento. "Muitas pessoas sequer imaginam o quão prático e benéfico é a realização do eletrocardiograma em animais. Aqui no Prontvet conseguimos ajudar a evitar muitos problemas, porque através desse exame identificamos situações de risco logo no início, e assim, podemos tratar antes que hajam complicações mais graves" - completa a médica veterinária, que ainda garante que o custo também não é muito alto.

Além de ser usado como método de prevenção, o ECG é indispensável em períodos pré-operatórios para avaliar possíveis riscos relacionados a anestesias, por exemplo. Em suspeitas de arritmia, o exame também se torna essencial para melhor avaliação.

No geral,  deve-se ficar atento caso os animais apresentem sintomas como excesso de tempo dormido, canseira rápida (ao passear na rua, por exemplo), tosse crônica, dificuldade para respirar, emagrecimento inesperado e até gengivas pálidas ou arroxeadas. Qualquer um desses casos pode indicar algum problema cardíaco e o recomendado é um exame mais completo, com eletrocardiograma, o quanto antes. "Se os problemas são identificados logo no início, podem ser tratados bem mais facilmente e evitar complicações futuras. O recomendado é que os donos procurem um hospital veterinário que realize o procedimento, e perguntem sobre o exame preventivo" - finaliza a Dra. Glauci. 

 

Fonte: Terra

Gostaria de receber laudos de cardiologia em sua clínica veterinária, de forma simples, sem investimento inicial e aumentar sua lucratividade? Quero mais informações.

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais!

Print
7478 Rate this article:
Sem nota

Please login or register to post comments.

x